Como superar a morte de um dos meus pais?




Poucas coisas têm um impacto maior em sua vida do que perder um dos pais. além da intensa dor, você terá de enfrentar um futuro que provalvemente será bem diferente do que se esperava.


Por exemplo, talvez esperasse que seu querido *pai compertilhasse com você a satisfação de finalmente tirar a carteira de motorista, a emoção da sua formatura ou a alegria do seu casamento. Agora que essa expectativa não vai se realizar, você se sente triste, frustado e até com raiva. Como pode superar a anchurrada de sentimentos resultantes da morte do seu pai?




'É normal me sentir assim'?




Com o choque dessa perda, você talvez tenha de lutar com uma série de emoções que nunca sentiu. Bruno as 13 anos perdeu o pai por causa de um ataque cardíaco, diz: " Na noite em que recebemos a notícia, só conseguimos chorar e nos abraçar." Natália tinha 10 anos quando o pai morreu de câncer, lembra-se: "Eu não sabia o que sentir. Então não senti nada fiquei sem reação".




Cada pessoa reage diferente diante da morte. É por isso que a Blíblia diz que "cada um" tem as suas próprias aflições e dores". ( 2 Crônicas 6:29, nova versão Internacional) Com isso em mente, pense um pouco no impacto que a morte do seu pai teve sobre você.




Descreva abaixo (1) como você se sentiu quando recebeu a notícia e (2) como se sente agora, #




(1)......................................................................................................................................................


...........................................................................................................................................................




(2).....................................................................................................................................................


..........................................................................................................................................................




#Se ainda for muito difícil pra você responder a essas perguntas, tente fazer isso em outra ocasião.




Pode ser que suas respostas revelem que seus sentimentos estão, até certo ponto, se estabilizando. Isso é normal e não significa que você se esqueceu do seu pai ou mãe. Sua tristeza pode ser comparada a ondas do mar que vem e vão num ritmo costante, mas quando você menos espera uma delas quebra com mais força. Isso também é normal_ mesmo que já tenha passado alguns anos. Fica a pergunta: como você pode lidar com esses sentimentos.




O que fazer?




Não segure o choro_




Chorar ajuda a aliviar a dor. Mas talvez você se sinta como Alice de 19 anos quando a mãe faleceu. Ela conta: "Eu achava que se chorasse os outros pensariam que minha fé era fraca". Mas veja: Jesus Cristo era um homem perfeito que tinha forte fé em Deus. Mesmo assim, ele 'se entregou ao choro' quando seu querido amigo Lázaro morreu. (João 11:35)




Não se culpe_




"Eu sempre dava um beijo de boa noite em minha mãe", diz Karen, que tinha 13 anos quando sua mãe morreu. "Mas numa ocasião não fiz isso. Na manhã seguinte, ela faleceu. Sei que a culpa não foi minha, mas sinto como se fosse, por causa de tudo que aconteceu naquela manhã e por não ter ido vê-la na noite anterior. meu pai tinha ido viajar a negócios e pediu que eu e minha irmã cuidássemos dela. Mas acordamos tarde. Quando chegamos no quarto, mamãe não estava respirando. Eu me senti péssima porque ela estava bem quando pai saiu".


Como Karen talvez você sinta culpa por coisas que deixou de fazer. Você se tortura com uma lista de "se'". 'Se' eu tivesse insistido que o pai fosse ao médico'. 'Seu tivesse ido ver como ela estava. quando esse tipo de pensamento o pertubar, lembre-se que é normal sentir remorso por não ter feito as coisas de um outro modo. A verdade é que você teria agido de maneira diferente se soubesse o que iria acontecer. Mas você não sabia. Por isso, não deve se culpar. Você não é responsável pela morte de sua mãe.
Escreva um diário:




Escrever o que sente sobre a morte de seu pai ou mãe pode ser uma grande ajuda para lidar com a tristeza. Há muitas coisas pra escrever. Seguem algumas sugestões.




. Aliste boas lembranças da sua mãe ou pai.




. Escreva o que gostaria de dizer a ele ou ela.




.Imagine que você tem um irmão(ã) mais novo que esta lutando com sentimentos de culpa pela morte da sua mãe ou pai. Escreva o que diria para consolá-lo. Isso ajudará você a controlar o seu próprio sentimento de culpa.




"Uma palavra bondosa o anima". Se reprimir seus sentimentos, será masi difícil lidar com o pesar. Por outro lado, falar com alguém de sua confiança como você se sente abrirá caminho para receber uma palavra bondosa de consolo na hora em que mais precisa. Então experimente uma ou mais das senguintes sugestões.




* Converse com sua mãe ou pai.


* Fale com amigos chegados.


* Fale com Deus.



Peça ajuda. É sábio pedir ajuda


Próverbios 24:10 diz: A sabedória esta com os modestos".

8 comentários

Anônimo disse...

muito obrigada, me ajudou mt. Perdi minha mãe há 2 meses e está dificil superar, mas as palavras que li aqui falaram mt comigo!

Simone Ramos disse...

Que bom! Essas palavras são de conforto para quem esta passando por esse momento. Conte comigo quando precisar. Um abraço.

Robertinho disse...

Bom dia 17 de julho vao fazer 6 meses que o meu pai faleceu de um infarto..fui a última pessoa da familia a ve-lo ele estava mt fraco tive que sair pois a santa casa nao deixava que eu ficasse pq tinha acabado o horário de visita...Ele faleceu quando fui conhecer o meu 1 emprego onde até agora estou...foi e está sendo mt dificil minha mãe emagreceu 29 kg em 6 meses ... me sinto mt fraco sem vontade de fazer muitas coisas...nao sei como supero essa dor...quando vejo nossas fotos fico triste pois no melhor momento em que nos estavamos felizes e nos dando super bem Deus o Chamou...=/

Simone Ramos disse...

Robertinho,

Lamento sua perda. Mas busque forças em Deus, e peça ajuda, exite muitos profissionais que irão te auxiliar! Me refiro a médicos, psicológos e amigos.

Saiba que não acredito que Deus tenha o chamado, todos nós estamos a merce das circunstâncias e da morte. Ninguém esta imune. Muito pelo contrário, Deus queria seu pai vivo, Deus é vida, é amor...compreende! fique com Deus.

Lucivane Correia disse...

perdi meu pai, no dia 27 de agosto de 2011, e é como se tivesse acontecido ontem, sofro muito pois vi meu pai sofrendo na cama de um Hospital, e eu sem poder fazer nada!
todas as vezes que ia lhe ver, sabia que poderia ser a ultima vez,por isso lhe abraçava e pedia a sua benção quando ia embora. Choro muito até hoje, tento superar pois tenho uma familia que precisa muito de mim! È muito dificil,ele era um homem bom, prestativo, amava sua familia.Sei que fica as lembranças, mais nada substitui a ausencia de alguem, que infelismente, só o tempo pra amenizar esta falta que ele nos faz.

Simone Ramos disse...

Lucivane

Lamento sua perda. Que Deus o tenha! Eu tbém perdi meu pai esse ano e no mesmo período que vc! Eu não senti tanto porque vivíamos separados, ele morava em outro estado. Mesmo assim foi uma perda significativa p/ mim. Procure lembrar das coisas boas que viveram.E busque forças em Deus.

Que Jesus te abençoe.

viviane disse...

Perdi meu pai a 6 meses,vitima de um infarto fulminante. e não tem um so dia que não acordo e não lembre dele de tudo como aconteceu...me sinto muito culpada, pois ele morava em outra cidade, ja tinha uns dois meses que a gente não se conversava..mas não por estarmos brigados, e q eu me sentia muito acomodada , pois a minha irma sempre ligava para ele e vice e versa, depois ela me dizia como ele estava...mas fora esse tempo q ficamos sem nos conversar por telefone , em outras ocasioes a gente ia passar as ferias com ele, ele vinha sempre aos finais de ano nos visitar....sinto um vazio enorme dentro de mim , sempre me repetindo se eu tivesse ligado p/ ele e tivesse dito o q eu sentia, dito o quanto ele me fez falta o quanto eu o amava..se eu tivesse dado mais atençao a ele..minha vida ta um vazio enorme, me lembro da forma q meu marido me deu a noticia, senti q meu mundo ia cair, quis morrer nakele momento, as vezes ate hoje tenho esse sentimento , pra nao sofrer mais..porem sei q isso nao esta certo, mais e o q eu sinto, sinto mais , quando lembro q ele morreu sozinho abandonado na estrada em uma das suas viagens , pois ele era caminhoneiro,quanta dor ele nao deve ter sentido...não se o tempo vai me ajudar, mais o q sei e q nunca mais vou ser a mesma, nunca mais....

Anônimo disse...

Tenho 32 anos. Aos 29 perdi meu pai e hoje fazem 6 dias que perdi também minha mãe. É tanta dor que não tem como explicar. Acho que a vida foi muito injusta comigo. Perder um já é difícil mas os dois?? Isso é crueldade! Tenho tanto medo do futuro..de ter que continuar o caminho sozinha...

Contact

Instagram

Postagem em destaque

Como criar o hábito de guardar dinheiro?