Um universo de Surpresas













Apenas alguns séculos atrás, os cientistas acreditavam que o Universo inteiro estava contido em nossa galáxia, a Via-Láctea. No entanto, no século 20, os proncipais avanços na Astronomia, na Física e na tecnologia revelaram as assombrosas dimensões do cosmo. Algumas dessas descobertas também revelaram como o conhecimento humano é limitado. Por exemplo, em décadas recentes, os astrônomos chegaram a conclusão de que não sabem do que é feito 90% do Universo. Além disso, depois dessas descobertas, os cientistas passaram a questionar seu entendimento dos fundamentos da própria Física. É claro que esse questionamento não é nada novo.



Por exemplo, perto do fim do século 19, os físicos perceberam algo estranho sobre a velocidade da luz. Concluíram que, em relação a um observador, a luz sempre viajava á mesma velocidade não importa quão rápido observador tivesse se movendo. Mas isso não parecia fazer sentido. O problema foi analisado em 1905 na Teoria Especial da Relatividade de Albert Einstein, que mostrou que distância (comprimento), tempo e massa não são absolutos. Então, em 1907, Einstein teve uma nova idéia que descreveu como "o pensamento mais feliz de minha vida", e começou a desenvolver a sua Teoria Geral da Relatividade, publicada em 1916. Nesse trabalho revolucionário, ele estabeleceu uma relação entre gravidade, espaço e tempo, e aperfeiçoou as explicações de Isacc Newton sobre a Física.



O universo em expansão



Baseado nas evidências existentes na época, Einstein acreditava que o Universo era estático - não se expande nem se retrai. Mas, em 1929, Edwin Hubble, astrônomo americano, apresentou evidências de que o Universo está em expansão.



Hubble também esclareceu um antigo mistério sobre manchas luminosas difusas no céu noturno, que receberam o nome de nebulosas porque pareciam nuvens de gás. Mas será que todas essas nebulosas estavam em nossa galáxia? Ou estavam fora dela, como havia sugerido o astrônomo britânico Sir William Herschel (1738-1822) mais de um século antes?



Hubble começou calculando a distância até a Grande Nebulosa, na constelação de Andrômeda, e concluiu que ela era na verdade uma galáxia a milhões de ano-luz. Isso a posiciona bem longe da Via-Láctea, cujo diâmetro é de "apenas" 100 mil anos-luz. À medida que Hubble calculava as distâncias de outras nebulosas, começou a desvendar as assombrosas dimensões do cosmo e provocou uma revolução na astronomia e na cosmologia.



Pouco tempo depois, Hubble costatou que o Universo está se expandindo, pois viu que galáxias distantes estavam se afastando da Terra. Também percebeu que quanto mais longe estiver a galáxia, mais rápido ela se afasta. Essas observações dão a entender que o Universo de ontem era menor do que o de hoje. Quando Hubble publicou seu trabalho inovador em 1929, abriu caminho para o desenvolvimento da teoria do big bang ( grande explosão ), que alega que o Universo se originou de uma grande explosão cósmica aproximadamente 13 bilhões de anos atrás. Mas o quadro ainda está incompleto.




Qual a velocidade da expansão?




Desde os dias de Hubble, astrônomos tentam medir com a maior precisão possível a velocidade de expansão do Universo, chamada "constante de Hubble". Por que possibilitaria calcular a idade do Universo. Além disso, a velocidade da expansão poderia trazer sérias implicações no futuro. Como assim? Por exemplo, acredita-se que, se o Universo estiver se expandindo de forma lenta demais, a gravidade poderia ficar tão forte que causaria um colapso total, culminando num "big crunch" ( grande esmagamento). Mas se a expansão estiver num ritmo muito acelerado, o Universo poderia continuar se expandindo para sempre e se dissipar por completo.


Ao passo que cálculos mais precisos têm fornecido algumas respostas, surgem outras perguntas que põem em dúvida nossa compreensão atual da matéria e das forças fundamentais da natureza.



Olhe para o céu e humilhe-se









Quando um servo de Deus no passado olhou para o alto numa noite clara e de céu limpo, ficou cheio de admiração. No salmo 8:3, 4, lemos suas palavras: "Quando vejo os teus céus, trabalhos dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste, que é o homem mortal para que te lembres dele, e o filho do homem terreno para que tomes conta dele: "Se o salmista ficou deslumbrado e não tinha telescópio nem câmeras especias, que dizer de nós hoje?




Energia escura e matéria escura






Em 1998, ao analisarem a luz de um tipo especial de supernova, ou estrela esplosiva, pesquisadores descobriram evidências de que a velocidade da expansão do Universo está na verdade aumentando. No início, os cientistas estavam descrentes, mas logo surgiram mais evidências. É claro que eles queriam saber que tipo de energia provocava essa aceleração, visto que ela parecia trabalhar em sentido contrário à gravidade e não se armoniza com as teorias da época. Essa forma misteriosa de energia, apropriadamente chamada energia escura, talvez componha cerca de 75% do Universo.



Mas a energia escura não é o único fenômeno estranho descoberto em tempos recentes. Outro foi confirmado na década de 80, quando astrônomos estudaram várias galáxias. Essas galáxias, assim como a nossa, pareciam estar agindo rápido demais para permanecer intactas. Assim, ficou evidente que alguma matéria devia esta fornecendo a necessária coesão gravitacional para elas. Mas que tipo de matéria? Por não terem a menor idéia cientistas criaram o nome "matéria escura", visto que ela não absorve, não emite nem reflete quantidades detectáveis de radiação.*



Quanta dessa matéria escura existe? Cálculos indicam que ela poderia constituir 22% ou mais de massa do Universo.



Analise o seguinte: de acordo com estimativas atuais, a matéria ordinária representa cerca de 4% da massa do Universo. A matéria escura e energia escura correspondem o restante. Em outras palavras, 96% do Universo permanece um grande mistério!#






Uma busca sem fim






A ciência está em busca de repostas, mas uma série de respostas geralmente leva a outra série de respostas geralmente leva a outra série de perguntas. Esse fato nos faz lembrar da profunda declaração registrada na Bíblia em Eclesiastes 3:11: "Tudo [Deus] fez bonito no seu tempo. Pôs até mesmo tempo indefinido no seu coração, para que a humanidade nunca descobrisse o trabalho que o verdadeiro Deus tem feito do começo ao fim".



Hoje o limitado conhecimento que temos se deve à curta duração da vida humana, e muito desse conhecimento é especulativo, sujeito a mudanças. Mas essa situação é temporária, porque Deus prometeu dar a humanos fiéis vida eterna no Paraíso na Terra, onde poderão estudar os trabalhos Dele para sempre e assim ter um conhecimento verdadeiro. - Salmo: 37:11, 29 Lucas 23:43.



Portanto, não precisamos temer especulações trágicas sobre o Universo. Afinal, a ciência apenas arranhou a superfície da realidade, ao passo que o Criador sabe tudo. - Revelação (Apocalipse) 4:11.






______


* A matéria escura foi postulada na década de 30 e confirmada na década de 80. Hoje, os astrônomos medem quanta matéria escura existe num aglomerado de galáxias por observar como ela desvia a luz provinda de objetos mais distantes.


#O ano de 2009 foi escolhido como "Ano Internacional da Astronomia", e marca o 400 aniversário do primeiro uso do telescópio astronômico da Galileu Galilei.






Poucas coisas têm um impacto maior em sua vida do que perder um dos pais. além da intensa dor, você terá de enfrentar um futuro que provalvemente será bem diferente do que se esperava.


Por exemplo, talvez esperasse que seu querido *pai compertilhasse com você a satisfação de finalmente tirar a carteira de motorista, a emoção da sua formatura ou a alegria do seu casamento. Agora que essa expectativa não vai se realizar, você se sente triste, frustado e até com raiva. Como pode superar a anchurrada de sentimentos resultantes da morte do seu pai?




'É normal me sentir assim'?




Com o choque dessa perda, você talvez tenha de lutar com uma série de emoções que nunca sentiu. Bruno as 13 anos perdeu o pai por causa de um ataque cardíaco, diz: " Na noite em que recebemos a notícia, só conseguimos chorar e nos abraçar." Natália tinha 10 anos quando o pai morreu de câncer, lembra-se: "Eu não sabia o que sentir. Então não senti nada fiquei sem reação".




Cada pessoa reage diferente diante da morte. É por isso que a Blíblia diz que "cada um" tem as suas próprias aflições e dores". ( 2 Crônicas 6:29, nova versão Internacional) Com isso em mente, pense um pouco no impacto que a morte do seu pai teve sobre você.




Descreva abaixo (1) como você se sentiu quando recebeu a notícia e (2) como se sente agora, #




(1)......................................................................................................................................................


...........................................................................................................................................................




(2).....................................................................................................................................................


..........................................................................................................................................................




#Se ainda for muito difícil pra você responder a essas perguntas, tente fazer isso em outra ocasião.




Pode ser que suas respostas revelem que seus sentimentos estão, até certo ponto, se estabilizando. Isso é normal e não significa que você se esqueceu do seu pai ou mãe. Sua tristeza pode ser comparada a ondas do mar que vem e vão num ritmo costante, mas quando você menos espera uma delas quebra com mais força. Isso também é normal_ mesmo que já tenha passado alguns anos. Fica a pergunta: como você pode lidar com esses sentimentos.




O que fazer?




Não segure o choro_




Chorar ajuda a aliviar a dor. Mas talvez você se sinta como Alice de 19 anos quando a mãe faleceu. Ela conta: "Eu achava que se chorasse os outros pensariam que minha fé era fraca". Mas veja: Jesus Cristo era um homem perfeito que tinha forte fé em Deus. Mesmo assim, ele 'se entregou ao choro' quando seu querido amigo Lázaro morreu. (João 11:35)




Não se culpe_




"Eu sempre dava um beijo de boa noite em minha mãe", diz Karen, que tinha 13 anos quando sua mãe morreu. "Mas numa ocasião não fiz isso. Na manhã seguinte, ela faleceu. Sei que a culpa não foi minha, mas sinto como se fosse, por causa de tudo que aconteceu naquela manhã e por não ter ido vê-la na noite anterior. meu pai tinha ido viajar a negócios e pediu que eu e minha irmã cuidássemos dela. Mas acordamos tarde. Quando chegamos no quarto, mamãe não estava respirando. Eu me senti péssima porque ela estava bem quando pai saiu".


Como Karen talvez você sinta culpa por coisas que deixou de fazer. Você se tortura com uma lista de "se'". 'Se' eu tivesse insistido que o pai fosse ao médico'. 'Seu tivesse ido ver como ela estava. quando esse tipo de pensamento o pertubar, lembre-se que é normal sentir remorso por não ter feito as coisas de um outro modo. A verdade é que você teria agido de maneira diferente se soubesse o que iria acontecer. Mas você não sabia. Por isso, não deve se culpar. Você não é responsável pela morte de sua mãe.
Escreva um diário:




Escrever o que sente sobre a morte de seu pai ou mãe pode ser uma grande ajuda para lidar com a tristeza. Há muitas coisas pra escrever. Seguem algumas sugestões.




. Aliste boas lembranças da sua mãe ou pai.




. Escreva o que gostaria de dizer a ele ou ela.




.Imagine que você tem um irmão(ã) mais novo que esta lutando com sentimentos de culpa pela morte da sua mãe ou pai. Escreva o que diria para consolá-lo. Isso ajudará você a controlar o seu próprio sentimento de culpa.




"Uma palavra bondosa o anima". Se reprimir seus sentimentos, será masi difícil lidar com o pesar. Por outro lado, falar com alguém de sua confiança como você se sente abrirá caminho para receber uma palavra bondosa de consolo na hora em que mais precisa. Então experimente uma ou mais das senguintes sugestões.




* Converse com sua mãe ou pai.


* Fale com amigos chegados.


* Fale com Deus.



Peça ajuda. É sábio pedir ajuda


Próverbios 24:10 diz: A sabedória esta com os modestos".


"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade." _ Artigo 1 da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Apesar desse nobre ideal, o preconceito e a discriminação ainda afligem a humanidade. Essa triste realidade é um reflexo não só dos nossos tempos, mas também da imperfeição do ser humano. (Salmo 51:15) Mas a situação não esta perdida. Uma coisa é certa: talvez não consigamos eliminar a discriminação ao nosso redor, mas podemos acabar com os preconceitos que nós mesmos talvez tenhamos.

Um bom começo é admitir que nenhum de nós está imune a ter preconceitos. O livro Understandig Prejudice and Discrimination diz: "Ao pesquizar o preconceito, estas talvez sejam conclusões mais importantes:
(1) todos os dotados de raciocínio e fala podem nutrir preconceitos,
(2) geralmente é preciso um esforço consciente para diminuir o preconceito e
(3) é possível fazer isso, desde que haja motivação."

Alguns dizem que a educação é "a arma mais poderosa" contra o preconceito. Por
exemplo, a educação certa pode expor as causas dele, fazer com que examinemos nossas próprias atitudes com mais objetividade e nos ajudar a reagir com sabedoria quando nós somos as vítimas.

A raiz do problema

O preconceito leva as pessoas a distorcer, entender errado e até desconsiderar fatos que contrariam suas opiniões preconcebidas. Ele se origina de valores familiares aparentemente inocentes, mas mal direcionados, ou de conceitos distorcidos que algumas pessoas deliberadamente espalham sobre outras raças e culturas. O preconceito pode ser formentado pelo nacionalismo e por falsos ensinamentos religiosos. E pode ser resultado de orgulho exagerado. Ao considerar os pontos a seguir e os princípios bíblicos relacionados, que tal examinar suas próprias atitudes e ver se alguma mudança precisa ser feita?

Amizades. O ser humano é sociável por natureza, e isso é bom. Não é por nada que a Bíblia diz que "quem se isola procurará o seu próprio desejo egoísta" e desconsiderará a "sabedoria prática". (Provérbios 18:1) Mas devemos escolher bem as amizades, pois exercem escolher bem as amizades, pois exercem forte influência sobre nós. Por isso, pais sábios se preocupam muito com as amizades dos filhos.

Nacionalismo. Um dicionário define racionalismo como "um senso de consciência nacional que exalta uma nação acima de todas as outras e promove sobretudo sua cultura e seus interesses."

Racismo. Os racistas acreditam na "superioridade biológica, cultural e/ou moral de determinada população, povo ou grupo social", diz um dicionário. Contudo, a Enciclopédia Delta Universal declara que "não há nenhuma comprovação científica para apoiar as teses de superioridade [racial]". As extremas injustiças promovidas pelo racismo, como sistematicamente negar direitos às pessoas, são uma evidência dolorosa de que se baseia em falsidades e mentiras.

Religião. O livro The Nature of Prejudice diz: "Abusos inévitavelmente acontecem quando homens usam sua religião para justificar [empenhos egoístas] e preferências étnicas. É aí que religião e preconceito se misturam." O que surpreende, observa o livro, é a facilidade com que pessoas religiosas "trocam a devoção pelo preconceito". Isso fica claro quando igrejas aceitam apenas pessoas de certas raças e quando grupos religiosos promovem ódio, violência e terror.

Orgulho. Na forma de arrogância ou auto estima excessiva, o orgulho pode deixar a pessoa mais inclinada ao preconceito. Por exemplo, pode deixar a pessoa propensa a sentimentos de superioridade ou de desprezo pelos pobres e pelos de pouca instrução. Pode também leva-la a crêr na propaganda ideológica que axalta sua nacionalidade ou etnia. Propagandistas astutos, como foi o caso do ditador Adolf Hitler, deliberadamente estimulam o orgulho nacional e racial para conseguir apoio das massas e difamar aqueles considerados diferentes ou indesejados.

Assim, a bíblia alerta "Mas do que qualquer outra coisa e ser guardada, resguarda teu coração, pois dele procedem as fontes da vida"(Provérbios 4:23)

O amor vence o preconceito.

Contact

Instagram

Postagem em destaque

Como criar o hábito de guardar dinheiro?