Pai nosso que estás nos céus


O que é oração?

Em poucas palavras, é um diálogo com Deus no qual nos enxertamos nele. Se vamos orar efetivamente, devemos condicionar nossos pensamentos e atitudes aos seus correspondentes divinos. Nossos pensamentos retos, sejam ou não realmente expressos em palavras, constituem uma oferta agradável a ele. Mas, de que maneira podemos julgá-los aos olhos divinos? Nosso padrão de medida é a sua palavra.

O criador registrou seus pensamentos na Bílbia. Quando a lemos com o coração aberto, ajustando os pensamentos à palavra e depositando em Deus a nossa confiança, ele responde à oração conforme sua boa vontade.

Jesus deu-nos esta maneira de pedir-lhe como o mais importante resumo da Palavra. Ele indica qual a maneira reta de pensar que devemos implantar no coração: Deus se torna nosso pai. Seu reino vem ao nosso coração, à nossa vida e a este mundo. Deus satisfaz todas as nossas necessidades diárias. Ele nos livra do mal e não nos deixa cair em tentação. Perdoa nossos pecados e nos livra do mal.

Jesus orou o que se tornou conhecido como " a oração do Senhor", em resposta ao pedido dos discípulos que desejavam receber uma lição sobre a maneira de orar, e os pontos que Jesus abrangeu são significativos como modelo para nossos próprios pensamentos em relação a Deus.

Logo no ínicio, Jesus ensinou com clareza os fundamentos da atitude própria que deveríamos ter para com Deus: "Pai nosso que estás no céus". O Pai é aquele a quem podemos confiar, por intermédio dos nossos pensamentos retos, o mais ardente desejo do nosso coração. Somente ele pode ouvir a nossa oração e dar-lhe resposta. Deus está à espera de que tenhamos os seus próprios pensamentos.

Orando com Jesus
(Paul Yonggi Cho)

Pai nosso em aramaico:






Nenhum comentário

Contact

Instagram

Postagem em destaque

Como criar o hábito de guardar dinheiro?