Crianças enchem consultórios



Vivendo como gente grande ?

As crianças hoje em dia estão visitando mais vezes o consultório do pediatra. Não é nenhuma doença nova, mas sim situações que antes acometiam mais os adultos, tais como: diabetes, colesterol alto, depressão, enxaqueca e obesidades são algumas delas.
Agenda cheia de atividades e o ritmo acelerado como dos adultos não combina com crianças, pois as horas do dia para os adultos e crianças possuem tempos diferentes. Com cada vez mais atividades sem gasto energético, como muito tempo em frente ao computador, no sofá em frente à televisão e atividades mais intelectuais do que lúdicas permitem que essas doenças se antecipem na vida da criança.
Para que uma doença exista é necessário um binômio, predisposição genética e estilo de vida. E as oportunidades que oferecemos as crianças hoje são limitadas e inferiores ao que realmente elas precisam e as que tivemos na infância.
O sedentarismo e a má alimentação fazem parte do estilo de vida e são fatores importantes para algumas doenças, descubra um pouco mais sobre essas doenças de adultos e como preveni-las, permitindo que a criança seja apenas criança.

Colesterol alto: alimentação rica em gordura saturada e sedentarismo associado à predisposição genética são os grandes vilões para colesterol alto e triglicérides. Alimentação equilibrada, longe dos salgadinhos e a prática de esportes fazem parte da solução;

Depressão: ansiedade tem sido uma característica comum nos pequenos seja pelo excesso de atividades e a violência urbana dentre outros fatores. Fique atento à mudança de comportamento, excesso de agressividade, apatia, perda de atenção, dificuldade para dormir, comer e ausência de interesse em atividades que eram prazerosas;

Obesidade: sofá, televisão, computador, vídeo game, fast food, alimentos ricos
gorduras saturadas, alimentação restrita e quase nada de exercícios físicos são fatores que contribuem para obesidade. Crianças com excesso de peso na infância aumentam a possibilidade de cerca de 50% a 60% de chance ser obesa na idade adulta. Para prevenir nada de regime e sim equilíbrio na hora de se alimentar, reeducar;

Diabete tipo II: Dieta inadequada e rica em alimentos calóricos, obesidade, predisposição genética são os vilões nesse caso. Para prevenir reeducação alimentar com dieta balanceada e exercícios são fatores que diminuem a chance da doença se manifestar;

Enxaqueca: O excesso de atividades intelectuais, pouco tempo livre para apenas brincar pode ser o vilão da enxaqueca. Sintomas como dor de cabeça, enjôos e vômitos são comuns. Diminuir as atividades e o ritmo são medidas simples que podem contribuir para a saúde dos pequenos.

Denise Gurgel BarbozaFisioterapeutaCREFITO 34310-F

Nenhum comentário

Contact

Instagram

Postagem em destaque

Como criar o hábito de guardar dinheiro?