Química e energia

***

Existem áreas em que a presença da Química é fácil de se perceber: na fabricação de plásticos , tintas, alimentos e na metalurgia, por exemplo.
 Mas você sabe quanta química tem dentro do seu celular? No motor de um carro? Nas pilhas de seu videogame?


A Química esta presente não apenas na indústria pesada de trasnformação de uma substância em outra, mas também em um segmento muito importante nos dias de hoje: a geração de energia.
E é na busca por fontes de energias alternativas que a Química vem se destacando.

Mesmo nas áreas convencionais, a Química tem contribuído muito para a otimização de processos arcaicos e para diminuição da emissão de poluentes, além da recuperação (limpeza) de áreas já poluídas.
 Na geração de energia para equipamentos portáteis (celulares, notebooks, videogames, filmadoras, etc.), a Química desempenha papel central. Todas as baterias e pilhas utilizadas nesses equipamentos fazem uso de reações eletroquímicas, nas quais elétrons são liberados. Esses elétrons podem passar por um circuito realizando trabalho útil. As reações eletroquímicas podem ser reversíveis ou não. Por isso é que existem pilhas e baterias descartáveis ( reações não-reversíveis) e recarregáveis (reações reversíveis).



Existe também toda uma nova geração de equipamentos movidos por energia elétrica gerada por reações químicas que não envolvem a combustão. As células combustíveis utilizam uma reação eletroquímica entre hidrogênio e oxigênio para produzir eletricidade. O subproduto é a água! Sem fumaça ou qualquer outro tipo de poluição! E energia elétrica utilizada em todos os foguetes do progama espacial americano desde as naves de Apollo na década de 1960, vem de células a combustível. Até hoje a energia elétrica do ônibus espacial é gerada por esse tipo de célula.



Podemos converter luz solar em energia elétrica utilizando células fotovoltaicas. Essas células quando iluminadas pela luz solar, são capazes de gerar eletricidade, também por meio de uma reação eletroquímica. Esse tipo de dispositivo é extremamente importante, pois com ele podemos levar energia elétrica até os lugares de difícil acesso, aonde a rede de eletricidade não chega, pois não é economicamente viável para as companhias de eletricidade.

Como você pode perceber, existe muito mais Química por trás do seu dia-a-dia do que você imaginava.

Se, antigamente, a Química se resumia em fazer plásticos e tintas, hoje em dia a realidade é bastante diferente, e ela tem contribido cada vez mais para o desenvolvimento de uma sociedade menos poluída e mais justa.

Flávio Maron Vichi
Professor-doutor do
Instituto de Química da Universidade
de São Paulo (USP)

Nenhum comentário

Contact

Instagram

Postagem em destaque

Como criar o hábito de guardar dinheiro?