Reciclagem – A Importância de Reciclar Pilhas e Baterias

Aqui em Caldas Novas ainda não tem esse equipaemnto Papa Pilhas!!!
O que me parece uma excelente idéia... pois se tem uma coisa que usamos demais hoje em dia são "pilhas".

********
Autor: Gabi Batista

Estamos na era pós-moderna e vivemos em um mundo cada vez mais globalizado. Porém, o que é difícil aceitar é ter que pagar caro por atitudes irresponsáveis com relação ao nosso planeta. Um exemplo disso é que o mal de não cuidarmos do clima em tempos passados tem sido vivenciado de forma preocupante atualmente.


O que nos traz esperança é saber que mesmo assim, ainda há tempo para revertermos este quadro; a partir de atitudes simples como o plantio de árvores, menos uso de materiais e produtos (que levam séculos para se degradarem) ou com o grande benefício da reciclagem, podemos sim, mudar o mundo seja a nossa volta ou de forma literal.

Um dos assuntos mais preocupantes, por parte dos ambientalistas e governos em todo o mundo, é quanto à reciclagem de pilhas e baterias. Mesmo que o processo de reciclagem seja algo simples e que traz um benefício extremamente abrangente, muitas pessoas ainda não sabem o que fazer quando as pilhas e baterias já não servem para ser utilizadas. Percebe-se, portanto, a necessidade de se investir mais neste tipo de informação.

Como exposto acima, as pilhas tornaram-se o centro das atenções de muitos ambientalistas e governantes. Elas são fontes de energia portáteis onde se faz a transformação da energia química em energia elétrica. Entretanto, contêm em sua composição, algumas substâncias químicas extremamente prejudiciais ao planeta e a saúde do homem, como as pilhas comuns, que contêm chumbo, manganês e zinco.

A pilha alcalina é outro perigo. Sua composição contem elementos como o mercúrio, cloreto de amônia, negro de acetileno e cádmio, muito nocivos à saúde humana e a vida do planeta. As baterias também preocupam muitos ambientalistas, pois seu descarte, em geral, não é feito de forma adequada. Elas estão presentes em muitos equipamentos, celulares, carros, notebooks etc.
Por conta disso, a Resolução de nº 257 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) determina que esses materiais devem ser coletados, armazenados e transportados por comerciantes, rede de lojas

autorizadas e assistências técnicas. Já a reciclagem, reutilização e descarte final devem ficar a cargo dos importadores e fabricantes.


Nós também temos uma parcela de obrigação quanto ao recolhimento destes produtos: Devemos recolher e levá-los aos postos de recebimento credenciados ao invés de jogá-los em rios, canais de esgoto ou no lixo. Isso é fundamental para nossa saúde, de nossos filhos e netos.

Portanto, pensemos e aprendamos a forma correta de reciclagem e façamos nossa parte, a natureza só tem a agradecer.

Fonte:  http://www.atitudessustentaveis.com.br/

Nenhum comentário

Contact

Instagram

Postagem em destaque

Como criar o hábito de guardar dinheiro?